NOVA ODESSA, 16 DE AGOSTO DE 2018
  • DIREÇÃO ESPIRITUAL
Publicação.: 07/04/2011

SEMANA SANTA

SEMANA SANTA
UM APELO À SANTIDADE

Estamos nos aproximando da grande festa dos cristãos: a Páscoa.
A grandeza desta solenidade pede uma grandeza de alma, de ânimo, de coração.
Buscamos o Céu e seu grande Tesouro: o Cristo Ressuscitado. A Semana Santa inicia-se com o Domingo de Páscoa onde acolhemos Jesus com os ramos abençoados e na liturgia da Missa ouvimos a proclamação da Paixão do Senhor. É como um resumo de tudo aquilo que viveremos ao longo desta semana que é chamada de santa, pois o personagem principal, Jesus Cristo, é o ‘Santo dos santos”, nosso Senhor; a semana é santa pois o apelo de Deus a seus amados filhos é de santidade: “..sede santos, porque eu sou o Senhor, vosso Deus.” (Lv 20,7); a semana é santa, pois esta é a grande necessidade do mundo: santidade!
A santidade é dom de Deus, mas devemos fazer nossa parte. O Papa Bento XVI diz: "A santidade não é uma obra nossa, muito difícil, mas é exatamente essa "abertura": abrir as janelas da nossa alma para que a luz de Deus possa entrar, não esquecer de Deus, porque exa-tamente na abertura à sua luz se encontra a força, se encontra a alegria dos remidos. Peçamos ao Senhor para que nos ajude a encontrar essa santidade, deixemo-nos amar por Deus, que é a vocação de nós todos e a verdadeira redenção". Vamos ‘abrir as janelas da nossa alma para que a luz de Deus possa entrar’.
Nos dias desta semana (2ª, 3ª e 4ª feira) acompanhamos o ‘Servo Sofredor’ em sua trajetória de doação e imolação.
Na 5ª feira santa celebramos a unidade da Igreja por meio da Missa da unidade onde os padres concelebram com o bispo da diocese a Missa da benção dos Santos Óleos (Catecú-menos, Enfermos e Crisma). À noite acontece sempre a Missa da instituição da Eucaristia, do Sacerdócio católico e do Lava-pés. Logo após a celebração inicia-se a Adoração ao Santíssimo Sacramento que se prolonga durante esta noite e parte do outro dia.
Já na 6ª feira santa a Igreja se recolhe em oração para contemplar piedosamente a Paixão do Senhor. Na Solene Ação Litúrgica da Paixão e Morte do Senhor às 15h00 contem-plamos o maior ato de amor: doar a própria vida para a vida do mundo. Jesus morreu por nós, porque viveu por nós! Associada à paixão de Jesus está a Virgem Maria, mãe da caridade ao pé da cruz.
No sábado santo, à noite, celebra-se a Vigília Pascal, a celebração, mãe de todas as celebrações, a noite que é chamada mãe de todas as noites. A partir da experiência do Senhor Ressuscitado, a cruz passa a ser sinal de vitória definitiva de Deus sobre o mal. É a nossa vitó-ria! A Solene Vigília Pascal, que se compõe de quatros partes: Luz – Palavra - Água – Eucaristia,
é o coração das páscoa e de toda nossa fé. Participar e viver esta celebração e saborear o Céu e a vitória de Cristo e de todo o Povo de Deus.
No domingo de páscoa celebramos a vitória do Senhor e sua presença viva na Igreja. É a dimensão eclesial do anúncio e da missão.
Com a páscoa do Senhor nos tornamos suas testemunhas.
Tudo o que iremos experimentar nestes dias da páscoa é o grande grito de Deus para vivermos na santidade! O pelo à santidade brota de cada oração, de cada celebração. Vivamos com devoção tudo aquilo que Deus preparou com coração!
Feliz e santa páscoa a todos.


Pe. Alcindo, fdcc